Seja colaborador do Cariri Agora

CaririAgora! é o seu espaço para intervir livremente sobre a imensidão de nosso Cariri. Sem fronteiras, sem censuras e sem firulas. Este blog é dedicado a todas as idades e opiniões. Seus textos, matérias, sugestões de pauta e opiniões serão muito bem vindos. Fale conosco: agoracariri@gmail.com

terça-feira, 23 de agosto de 2011

DEFENDAMOS O SÍTIO FUNDÃO!



O que restou de placa afixada pelo Governo Estadual na entrada do Sítio Fundão, bem próximo da guarita onde deveria ter um guarda mas está abandonada (foto de Cacá Araújo)



A população do Crato, do Cariri e o do Ceará está indignada e revoltada com o descaso do governo estadual para com um dos maiores patrimônios ecológicos e históricos do Ceará: o Sítio Fundão, em Crato-CE, reserva de 97 hectares pertencente ao Estado. Resquício de mata atlântica, fauna e flora diversificadas, o leito do rio Batateiras, ruínas de casarão, barragem feita por escravos, uma casa de taipa com dois pavimentos e um antiqüíssimo engenho de pau que, segundo o historiador J. de Figueiredo Filho, fora "introduzido no Brasil por volta do século XVII, graças à iniciativa dum sacerdote católico, castelhano, vindo do Peru (...)¹".

Segundo o ambientalista Ed Alencar, aquele secular engenho de pau, único na cidade do Crato e uma das poucas relíquias ainda existentes no Nordeste brasileiro, símbolo de importante fase do nosso desenvolvimento econômico e social, ficou fora do processo de restauração e, "depois de três anos nas mãos do governo, continua no abandono", correndo o risco de se perder para sempre. Ele relata que, em março deste ano, o novo Presidente do COMPAM, Paulo Henrique Lustosa, fez politicagem lá na reserva quando convidou a sociedade e autoridades para inaugurar apenas uma placa indicando a restauração da casa, obra feita por pressão do Ministério Público. "Prometeram restaurar o engenho e até hoje...", afirma com revolta completando que ficou sabendo por vias oficiais que mais nada do que estava projetado e foi apresentado na URCA iria ser realizado, apesar da liberação de mais de 1 milhão de reais cujo destino não se sabe. 

Leiam a emocionante crônica escrita por Ed Alencar:

DE PAI PARA FILHO - O HERDEIRO DA ÚLTIMA MOAGEM                           

Ainda criança montado na garupa do cavalo, agarrado a cintura do seu pai Abdon, o promissor ecologista mirim, Jefferson da Franca Alencar, deixava o casarão branco e azul onde moravam, ainda hoje existente às margens da estrada do Lameiro, para trabalharem na tradicional moagem da cana-de-açúcar no velho engenho de pau do Sítio Fundão.

Entre 1927 e 1928, após a morte dos seus pais, Jefferson herdou o Fundão e o velho engenho para dar continuidade à principal atividade que existia no sítio, as moagens, dedicando-se, posteriormente, a fazer da propriedade uma reserva ecológica.

Em 1949 teve a triste missão de encerrar o ciclo familiar das moagens, motivado pela praga da cana que atingiu na época os canaviais da região, além das dificuldades de encontrar bois adestrados, para a formação de juntas que tracionavam as moendas do velho engenho gemedor, tão famoso pela sua estrutura e engenharia seculares. Eu não alcancei estes bons tempos de moagens, mas me lembro que quando criança corria em volta do velho engenho aposentado para espantar os morcegos que se penduravam no telhado do galpão e ouvia as histórias que meu avô contava sentado na calçada ou andando pela mata.

O tempo passou! O herdeiro, Deus chamou! E hoje, ao olhar o que resta desse passado, que dia-a-dia vem morrendo nas mãos do Governo do Estado por falta de atitude, expresso meu sentimento de revolta pelo descaso com a história que é do Crato, do Cariri, do Ceará, do Mundo!!! 

______________________________ 

¹FILHO FIGUEIREDO, José de. Engenhos de Rapadura do Cariri. Fortaleza-CE: (Fac-símile da edição de 1958, publicada  pelo Serviço Nacional de Informação Agrícola, Rio de Janeiro) Coedição Secult-CE, Edições URCA, Edições UFC, p. 14, 2010.


Ruínas do engenho de pau do Sítio Fundão (foto de Cacá Araújo)

Professores em greve exigem apoio dos vereadores do Crato

Na ultima sessão da Câmara de Vereadores do Crato, dia 23, os professores em greve do Estado do Ceará apresentaram aos legisladores municipais os motivos que provocaram a greve e aproveitaram para exigir dos vereadores o apoio ao movimento, através da cobrança aos deputados estaduais que mantém vínculos partidários com os representantes do legislativo.

Os professores também cobraram que o Poder Legislativo Municipal encaminhasse um oficio ao Governador Cid Gomes solicitando a abertura imediata das negociações. Essa é uma estratégia que está sendo realizado em vários municípios cearenses pelos professores do Estado que estão em greve desde o dia 05 de agosto por conta do Governador Cid Gomes (PSB) ter abandonado a mesa de negociações e de ameaçar os professores com uma proposta que na visão dos educadores acaba com a carreira docente no Estado outro motivo foi o despeito ao cumprimento da lei do Piso Nacional da Educação.

HOJE !!! - PROGRAMA INFLUÊNCIA DO JAZZ - Toda Terça-feira 14:00 - Rádio Educadora do Cariri


Produção, Direção Musical e Apresentação de Dihelson mendonça


http://3.bp.blogspot.com/-mfQeAXfHRQk/TeTO15OFGfI/AAAAAAAAXdo/BG-h7RhZElg/s1600/Influencia_do_Jazz480.jpg

No programa "Influência do Jazz" de hoje, abordamos o chamado Jazz Fusion, que é a fusão da harmonia jazzística e improvisação, com outros estilos musicais, como o Rock, Funk, Samba e até o Hip-Hop. O estilo começou com músicos de jazz que misturaram as formas e técnicas de jazz aos instrumentos elétricos do rock aliados à estrutura rítmica da música popular afro-americana, tais como o soul music e o rhythm and blues.

Os anos 70 foram o período mais produtivo para o estilo, embora o fusion tenha prosseguido com uma produção expressiva, sobretudo no final do século XX e início do século XXI, com reedições de álbuns clássicos de fusion e a gravação do estilo por artistas do jazz tradicional.

Os maiores nomes do Fusion estarão representados no programa de hoje, que está simplesmente imperdível. Personalidades como Miles Davis, Herbie Hancock, os Irmãos Michael e Randy Brecker, os grupos Tower of Power, Incognito, Lee Ritenour, Chick Corea Elektric band, o baterista Dave Weckl e muitos outros estarão no programa desta terça-feira.

Não perca! - Toda Terça-feira, às 14:00
Pela Rádio Educadora do Cariri, com transmissão simultanea e reprises pela Rádio Chapada do Araripe Internet.

www.radioeducadoradocariri.com
www.radiochapadadoararipe.com

SINDICATO DOS ARTISTAS HOMENAGEIA ATRIZ ORLEYNA MOURA




O Sindicato dos Artistas do Ceará cumprirá agenda do PRÊMIO SATED CEARÁ DIA DO ARTISTA 2011, com programação dedicada a homenagem à atriz cratense Orleyna Moura, nesta terça, 23 de agosto, no Teatro Rachel de Queiroz, Crato-CE.


17 horas - "PALESTRA: APOSENTADORIA PARA ARTISTAS", com representantes da Petros (RJ) e Mongeral Aegon sobre o Plano Cultura Prev

20 horas - Apresentação do espetáculo "CAPITU CONTA CAPITU", com Ana Cristina Viana, direção de Ana Marlene (Núcleo de Expressões Artísticas, Fortaleza-CE) - ENTRADA FRANCA

Machado de Assis conta, Adísia Sá reconta e Ana Cristina Viana encena Capitu.

Entre os nossos escritores, um é unanimidade. Trata-se do carioca Machado de Assis que com seu realismo naturalista oferece-nos em seu Dom Casmurro uma das personagens mais discutidas e questionadas do universo feminino e literário brasileiro: Capitu.

É nesse contexto e com mais de 100 anos de distância que entra a proeza da jornalista cearense Adísia Sá que ousou, pela primeira vez, oferecer a Capitu o direito de falar por si. Em CAPITU CONTA CAPITU, a jornalista nos oferece a versão da personagem, que atravessou o século XX, na primeira pessoa, responsável e capaz de defender-se das acusações que a fizeram culpada por décadas.

21 horas - Entrega do Prêmio SATED CEARÁ DIA DO ARTISTA 2011 no Cariri, que homenageará a Atriz Orleyna Moura nesta edição. 

Orleyna Moura iniciou sua carreira em 1978 com o espetáculo "Bombonzinho", dirigido por José Correia Filho, no Teatro Rachel de Queiroz. Em 1980 fundou o Grupo Máscaras na Sociedade de Cultura Artística do Crato; em 1983 foi uma das fundadoras do Grupo Cênico, também da SCAC. Já em 1999 criou a Cia. Teatral Boca de Cena, que se dedica à montagem de espetáculo na modalidade teatro-de-rua abordando temas sociais. Desde 2005 integra a Cia. Cearense de Teatro Brincante, dirigida por Cacá Araújo.

Já participou como atriz e ou diretora de mais de 60 espetáculos teatrais e cerca de 10 filmes, sendo premiada diversas vezes como atriz e diretora. É um dos maiores nomes da cena teatral cearense e nordestina!