Seja colaborador do Cariri Agora

CaririAgora! é o seu espaço para intervir livremente sobre a imensidão de nosso Cariri. Sem fronteiras, sem censuras e sem firulas. Este blog é dedicado a todas as idades e opiniões. Seus textos, matérias, sugestões de pauta e opiniões serão muito bem vindos. Fale conosco: agoracariri@gmail.com

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Por que não gritamos? – por Pedro Esmeraldo

O Doutor Wellington Alves de Souza (Tonton), médico e intelectual cratense, residente em Fortaleza, é um dos defensores da cidade do Crato. Constantemente, diz palavras elogiosas enquadrando-nos como grandes lutadores dessa cidade. Fala com facilidade, dizendo que somos corajosos e somente nós, uma gleba de defensores do município, lutamos sozinhos sem a preocupação dos políticos. Diz que não devemos esmorecer nessa jornada e ficamos inquietos com a passividade dos políticos que não reagem aos insultos governamentais. Também, lembramos de outras figuras corajosas que sempre trabalham em praticar atos defensivos de sua terra: tratam-se dos jornalistas Armando Rafael, Antônio Vicelmo , Dielson Mendonça, Emerson Monteiro, Carlos Rafael, José Nilton Mariano, Claude Bloc, Carlos Esmeraldo, Jurandir Temóteo e outros que deixamos de mencionar porque não estamos lembrando agora.

Por sua vez, enaltecemos as figuras dos ex-prefeitos, capitão Ariovaldo, doutor Humberto Macário e Pedro Felício Cavalcante que deixaram marcos indeléveis e contribuíram para o desenvolvimento da cidade como: a criação da URCA, a implantação do Colégio Agrícola e outros logradouros que servirão de medida desenvolvimentista do município. Além dessas pessoas, existem outros lutadores que vivem no anonimato, mas com muita convicção, protestam contra as arbitrariedades. Tudo isso é executado pela horda de malfeitores que desejam a cidade do Crato no ostracismo.

Outro dia, demonstramos revolta, diante de um político que permanece de crista baixa e que tem medo de falar, já que perguntamos a esse senhor porque não reage à discórdia e à calúnia e não vai em frente, combatendo os inimigos, a fim de afastar do nosso meio e empurrá-los para fora da cidade. Crato não precisa de penetras. Deixem o Crato para os cratenses. Agora estamos muito tristes e indignados com as atitudes deletérias de nossos políticos, que, até hoje, não dizem o que vêm fazer e assistem pacificamente a perda dos bens da cidade. Pedimos a esses indignos políticos do Crato que renunciem. Por que colocam os cratenses para escanteio?

Por que não cooperar com o povo, retribuindo com o trabalho digno em benefício do próprio povo? Por que não protestar contra as injustiças, através de passeatas, comícios e outros tipos de manifestações que façam jus ao desenvolvimento da cidade? Não, meus amigos, precisamos reagir, pois o povo tem necessidade de quem trabalha com amor e honestidade. É para isto que pagamos imposto e os queremos de volta com benefícios e grandes melhoramentos.

Não podemos dormir. Temos que enfrentar os inimigos e queremos que empurrem esses algozes para fora da cidade. Afinal, cooperamos para sermos beneficiados e não beneficiar a terceiros. Afinal, por que não reagimos? Onde andam os órgãos representativos do município? Pra que servem Lions, Rotary, CDL, sindicatos, Associação Comercial que, por hora, permanecem mudos e não reagem contra os insultos dos provocadores indigestos?

Um comentário:

Carlos Rafael disse...

Pedrinho Esmeraldo é uma voz atuante em defesa do Crato. Parabéns.